jan 262019

10 alimentos mais consumidos no Brasil fora de casa

10 alimentos mais consumidos no Brasil fora de casa

10 alimentos mais consumidos no Brasil fora de casa

Quando se trata de comer fora, 10 alimentos figuram entre os mais consumidos no Brasil. Confira!

Comer fora faz parte da rotina diária dos brasileiros, mas você sabe quais os produtos mais consumidos no Brasil fora de casa? Seja na padaria, em lanchonetes, restaurantes ou mesmo naquele bar pertinho da sua casa, comer fora é um hábito corriqueiro para qualquer brasileiro.

Alguns produtos podem inclusive ter um outro sabor quando consumidos fora de casa, e isso faz com que tenhamos mais vontade de fazer aquela boquinha longe da nossa dispensa. De manhã cedo, ao meio dia, no meio da tarde ou a noite, a refeição feita na rua possui tendências bem comuns e vamos compartilhá-las com você neste post.



Confira os 10 alimentos mais consumidos no Brasil fora de casa

  • Café
  • Sucos
  • Óleos e Gorduras
  • Refrigerantes
  • Aves
  • Doces
  • Ovos
  • Salgados fritos ou assados
  • Bebidas Lácteas com sabor e adoçadas
  • Leite integral



1. Café

CaféO café chegou ao norte do Brasil, mais precisamente em Belém, em 1727, trazido da Guiana Francesa para o Brasil pelo Sargento-Mor Francisco de Mello Palheta a pedido do governador do Maranhão e Grão Pará, que o enviara às Guianas com essa missão. Já naquela época o café possuía grande valor comercial. Palheta aproximou-se da esposa do governador de Caiena, capital da Guiana Francesa, conseguindo conquistar sua confiança. Assim, uma pequena muda de café Arábica foi oferecida clandestinamente e trazida escondida na bagagem desse brasileiro.

Devido às nossas condições climáticas, o cultivo de café se espalhou rapidamente, com produção voltada para o mercado doméstico. Em sua trajetória pelo Brasil o café passou pelo Maranhão, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Minas Gerais. O café continua hoje, a ser um dos produtos mais importantes para o Brasil e é, sem dúvida, o mais brasileiro de todos. Hoje o país é o primeiro produtor e o segundo consumidor mundial do produto.



2. Sucos

SucosO Suco é uma bebida produzida através do líquido extraído das frutas, misturado à água, açúcar ou adoçante. É uma bebida saborosa e benéfica à saúde, assim como as frutas. Os sucos naturais feitos à base de frutas ou vegetais são ótimas fontes de nutrientes, possuem ação antioxidante, auxiliam na prevenção de doenças, além de serem ricos em fibras, principalmente quando não são peneirados, favorecendo assim um melhor funcionamento intestinal.

O consumo desse alimento muitas vezes é pequeno, principalmente em razão da grande quantidade de sucos industrializados, ricos em açúcar, conservantes e sal. Além das fibras, os sucos naturais fornecem minerais e vitaminas, o que promove o sistema imunológico quanto ao aumento das defesas do organismo.



3. Óleos e Gorduras

Óleos e GordurasNo Brasil, o consumo de gordura pela população tem aumentado muito. Por essa razão, o Ministério da Saúde estabeleceu uma lei que controla a adição de gordura nos produtos industrializados. Óleos e gorduras são extraídos de alimentos vegetais e animais. Na classificação culinária, óleo costuma ser a designação para a gordura origem vegetal e gordura a designação para aquelas de origem animal. Mas isso nem sempre, a gordura do coco, por exemplo, é de origem vegetal. O que difere óleo das outras gorduras é sua consistência liquida em temperatura ambiente.

Seja óleo, seja outro tipo de gordura, um grama dessas substâncias tem muito mais energia do que as proporcionadas por outros nutrientes, podendo contribuir para o aumento de peso de uma pessoa, caso sejam ingeridas sem controle. As gorduras sólidas, além de elevado teor de energia, prejudicam o trabalho coração e o fluxo do sangue nas artérias. As gorduras são altamente palatáveis, estando entre as principais substâncias que conferem aroma ao alimento. O cheiro de comida que se espalha pela cozinha e alcança quem estiver nas proximidades, aguçando o apetite por comida, ou que em algumas situações pode incomodar, é conferido por substância denominadas ácidos graxos, que são liberados dos óleos e gorduras no processo culinário.



4. Refrigerantes

RefrigerantesO refrigerante é uma bebida muito popular entre as pessoas, principalmente entre os jovens. Apesar de parecer inofensivo, o refrigerante, quando consumido em excesso, pode causar danos à saúde. Portanto, é fundamental não fazer uso exagerado desse produto. Como sabemos, o refrigerante é rico em açúcares, portanto apresenta um alto valor calórico.

Além disso, ele apresenta acidulantes, conservantes e corantes artificiais. Em virtude dessas características, os refrigerantes estão associados a uma série de problemas de saúde. Em decorrência da grande quantidade de açúcares, os refrigerantes estão relacionados com aumento de peso e com a obesidade. A obesidade, por sua vez, está relacionada com problemas graves de saúde, tais como diabetes, câncer e doenças cardiovasculares.



5. Aves

AvesNo Brasil o crescimento da produção, do consumo e a mudança no portfólio de aves são desafios continuamente alcançados. A produção brasileira apresentou nos últimos 40 anos um crescimento anual médio de 10,12%. A produção de carne de frango, que em 1970 foi de 217 mil toneladas, em 2010, chegou a 12.230 mil toneladas. Em função deste crescimento a participação brasileira na produção de carne de frango saltou de 2,9% em 1970 para 16,1% em 2010. A qualidade da produção nacional é atestada pela presença dos produtos de origem de frangos produzidos no Brasil, na mesa de mais de 100 países do mundo. Neste item o Brasil se consolidou em 2003 como o maior exportador mundial de frangos.

No Brasil o consumo de carne de frango é uniformemente distribuído em todo o território nacional. A demanda por carne de frango no Brasil vem apresentando altas taxas de crescimento deste os anos 70. Desta forma, passando de um consumo quase inexpressivo em 1972, a carne de frango tornou-se a partir de 2006, a carne mais consumida pela população brasileira. No ano de 2010 o consumo per capita de carne de frango alcançou 44,1 kg, enquanto que o consumo de carne bovina e suína foi de 35 e 14,8 kg respectivamente.



6. Doces

DocesO mercado de doces no Brasil possui um fator muito importante a seu favor: não é fácil resistir à tentação das guloseimas. Com tantas opções de empresas especializadas em chocolates, balas, bolos e sorvetes, as compras para consumo próprio, presentear e incrementar eventos são frequentes nesse tipo de negócio. Segundo pesquisa do Ministério da Saúde, um em cada cinco brasileiros consome doces cinco ou mais vezes por semana.

De acordo com dados da Euromonitor International, esse consumo reflete diretamente no faturamento do segmento, que chega a alcançar cerca de 12 bilhões de reais ao ano. Os empresários ou futuros empresários que pretendem aproveitar esse mercado aquecido, pode encontrar nas franquias de doces uma alternativa promissora.



7. Ovos

OvosO consumo de ovos, considerado uma das mais acessíveis e versáteis proteínas disponíveis no mercado, deverá encerrar este ano de 2018 com o maior índice per capita da história, de acordo com projeções da ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal). A entidade, que apoia a Semana do Ovo (coordenada nacionalmente pelo Instituto Ovos Brasil), comemora os avanços deste produto no cardápio nacional.

De acordo com a Associação, a previsão é de que o consumo de ovos per capita no Brasil alcance 212 unidades, 10,4% maior que as 192 unidades registradas no ano passado. Apesar do forte crescimento, o consumo brasileiro ainda está relativamente baixo, na comparação com outros países.



8. Salgados fritos ou assados

Salgados Fritos ou AssadosA alimentação fora de casa apresenta predominância de alimentos de alto conteúdo energético e pobre conteúdo nutricional, indicando que o consumo de alimentos fora do domicílio deve ser considerado nas ações de saúde pública voltadas para a melhoria da alimentação dos brasileiros. O consumo de salgadinhos fritos ou assados é o grande responsável por estes índices. Padarias, mercados e empreendedores que trabalham com o comércio de salgados podem ficar felizes, pois o mercado de salgados em 2018 tende a ter uma perspectiva positiva.

Uma pesquisa organizada pela Mintel, empresa de inteligência de mercado, pontuou que o mercado de salgados crescerá até 40% em 2018 – no segmento de snacks, termo que inclui salgadinhos, amendoins, castanhas e outros. Os aperitivos devem garantir ao Brasil o faturamento de até R$ 7 bilhões. Onde quer que se transite pelas cidades brasileiras, sempre nos deparamos com padarias, quiosques, food truckers e lojas que vendem esses quitutes.



9. Bebidas Lácteas com sabor e adoçadas

Bebidas Lácteas com Sabor e AdoçadasOs produtos lácteos com sabor e adoçados são os iogurtes, os achocolatados prontos, os leites fermentados e outros derivados do leite. Estes produtos entram em nossa lista na 9ª posição dos alimentos mais consumidos no Brasil fora de casa e as crianças e os idosos são os maiores consumidores dessa linha de produtos.

São diversas marcas nacionais e multinacionais presentes no mercado de bebidas lácteas e o brasileiro é um povo muito acostumado a este tipo de consumo. Aproximadamente 43% da população brasileira consome pelo menos algum tipo de bebida láctea todos os dias e isso é muito para um país com mais de 200 milhões de habitantes.



10. Leite integral

Leite IntegralA estimativa da população brasileira, para 2026, é de 219 milhões de pessoas, segundo o IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Para abastecer o mercado interno, a produção deverá ser de 37 bilhões de litros de leite, mantendo o mesmo nível de consumo atual, que é de cerca de 170 litros de leite/habitante/ano.

A disponibilidade de leite por habitante no Brasil ainda é pequena quando comparada à de países desenvolvidos, cujo poder aquisitivo da população é mais elevado. A média de consumo nesses países alcança 220 litros/habitante/ano. Para atender a um crescimento do consumo de lácteos e ao crescimento da população, o volume produzido no Brasil em 2026, deverá atingir o patamar de 48 bilhões de litros.

Conclusão

Como você pode ver, a lista com os 10 alimentos mais consumidos no Brasil fora de casa é bem interessante e diversa, e sempre vale a pena compartilhar este tipo de curiosidade com nossos leitores. Finalmente, se você gostou do blog? Nos ajude a divulgá-lo em suas redes sociais.

Siga o Blog Comida Simples nas redes sociais: Facebook e no Instagram.